sábado, 13 de outubro de 2012

SUSPIRIA


TERROR À LA ITALIANA!


OUTUBRO DAS BRUXAS 2ª TEMPORADA

Em uma velha Academia de dança (Balé), forças sobrenaturais aterrorizam e matam.


Jessica Harper é provavelmente mais lembrada por ter atuado neste brilhante, cult e grotesco filme de horror, no papel de Suzy Bannion, muito embora tenha feito alguns outros filmes de destaque como no de Brian De Palma: O Fantasma Do Paraíso (Phantom of the Paradise, 1974) que também ficou cultuado ou em breves participações especiais como a mãe afogada, Anne Lively, que é o plot point da trama policial futurista de Steven Spielberg: Minority Report – A Nova Lei (Minority Report, 2002). Só que mais do que isso, este é certamente um dos filmes mais comentados e fascinantes dos últimos tempos em um subgênero de terror europeu extremamente influente. Obrigatoriamente a arte do cinema italiano não poderia faltar na série especial Outubro Das Bruxas e prometi a mim mesmo que incluiria pelo menos o mais discursivo deles nesta temporada. E quanto a vocês leitores cinéfilos, qual é o melhor filme de terror italiano? Concordo que os melhores e mais difíceis scary movies são mesmo os italianos, sobretudo de cineastas tão inovadores como MARIO BAVA (1914-1980 – de películas espetaculares como “La Maschera Del Demonio”; A Maldição do Demônio, 1960, que também assisti para esta temporada) e DARIO ARGENTO, que assina aqui a sua obra-prima.


Pode parecer um filme com truques de assustar bem cafonas (e tem gente que afirma que envelheceu), todavia SUSPIRIA (Idem, 1977) continua sendo uma experiência intensa. É bem notável a intenção de Argento quando concebeu esta pérola, baseando-se no livro Suspiria de Profundis, escrito pelo inglês Thomas De Quincey. Da primeira vez que assisti fiquei realmente impressionado com a beleza gótica, berrante, sadomasoquista e misteriosa da fita. 

É uma ficção pulp adaptada nos moldes de produção barata na qual os italianos sempre tiveram os macetes. O mais atrativo é o terror sobrenatural que inclui magia negra e bruxaria! Sua arte é tamanha e de uma profunda ressonância estilística muito bem específica, isto é, com efeitos especiais criados com inteligência e o mínimo de recurso pirotécnico, fato que hoje é uma linguagem cinematográfica básica e contemporânea que ficou presente na obra de cineastas famosos como Sam Raimi e Wes Craven.


Tudo acontece de maneira assustadoramente recíproca em uma velha Academia de dança clássica quando uma bailarina americana vai até lá estudar e é testemunha de crimes estranhos que começam a suceder. Com isso, a moça é levada para desvendar o enigma horripilante. Tudo que é ensinado naquele assombro de lugar, é revelado ao espectador numa série de cenas bizarras e mortíferas e ou/ nojentas, como por exemplo, quando uma chuva de (êca) larvas cai sobre as bailarinas, um tipo de prova de resistência. Bom, acredito que nem mesmo aqueles programas de TV de jogos e brincadeiras japoneses são tão aviltantes e cruéis. Na verdade, a medida que a trama se desenrola, somos cúmplices da heroína Suzy (Harper), e com ela vamos gradativamente descobrindo revelações chocantes num clima congelante e esotérico. O filme inteiro é uma textura sendo possível sentir o jarro de água na boca de Suzy, quando o instrutor de dança em um gesto malvado, o faz.


As cenas de morte ainda me impressionam, uma série de assassinatos sonoros já que o mais impressionante no filme é sua trilha musical composta pelo grupo de rock progressista da Itália, Goblin, fiéis colaboradores de Argento que já assinaram filmes como o ótimo PRELÚDIO PARA MATAR (Profondo Rosso, 1975).

A lendária e veterana JOAN BENNETT (1910-1990 – da série “Sombras Da Noite”, 1966/71), faz a sua última aparição na tela grande dando vida à Madame Blanc, num desempenho formidável.

Toda vez que eu observo e ouço Suspiria lembro-me de uma experiência das mais excruciantes. Quem assistiu entende perfeitamente o que digo. É tão pungente que o próprio gênero se transformou. Não realizando mais aqueles filmes de terror para medrosos, Argento, assim como outrora o seu mestre, Bava, fizeram dos filmes de terror experimentos audiovisuais exorbitantes. 


É considerada a obra máxima do cinema cultuado de Dario Argento, este que é um delirante pesadelo aflitivo e insuportável no bom sentido da palavra (se houver...), com uma bela direção de arte barroca e cenas explícitas do grotesco. Ah! Esses italianos...



ITÁLIA- 1977
TERROR
98 min.
COR
18 ANOS
PARAGON
✩✩✩✩✩ EXCELENTE

DARIO ARGENTO´S
Estrelando: JESSICA HARPER
STEFANIA CASINI. FLAVIO BUCCI. MIGUEL BOSÉ
BARBARA MAGNOLFI. SUZANNA JAVICOLLI. EVA AXÉN
RUDOLF SCHÜNDLER. UDO KIER
Com: ALIDA VALLI e JOAN BENNETT
Fotografia LUCIANO TOVOLI Montagem FRANCO FRATICELLI
Música Original por Argento e GOBLIN
Direção de Arte GIUSEPPE BASSAN Figurinos PIERANGELO CICOLETTI
Efeitos e trucagens por PIERANTONIO MECACCI. PIERO MECACCI
Produtor Executivo SALVATORE ARGENTO
Produzido por CLAUDIO ARGENTO
Escrito por DARIO ARGENTO & DARIA NICOLODI
Baseado no livro “Suspiria de Profundis” de Thomas De Quincey
Direção
DARIO ARGENTO
Suspiria ©1977 Seda Spettacoli

6 comentários:

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Outro grande momento de Argento.

O Falcão Maltês

Alan Raspante disse...

Só conheço pela fama que possui mesmo, ainda não vi. Ainda... Quero ver!!

Dayane Pereira disse...

Esse eu não assisti!
Deu medo de verdade lendo sua resenha.. Mas é claro que eu tenho estômago para esse tipo de filme, que na verdade adoro.
Vou procurar na net;

Rodrigo Mendes disse...

Antonio: Argento é mestre no que faz!

Alan, Dayane: Vcs ficarão impressionados, não preciso dizer que é para maiores de 18 anos, né? rs Brincadeira...assistam!

Abs.

Bússola do Terror disse...

Bom, os italianos sempre souberam chocar com os filmes de terror deles da virada dos anos 70 pros 80. Até pelas cenas escatológicas.
Veja como exemplos Cannibal Holocaust, Antropophagus e outros da mesma época.

Rodrigo Mendes disse...

Bússula: Belas citações!
Os cineastas italianos são ótimos neste gênero. Bava e Argento são meus prediletos.
Abs.

Acervo de Películas

00's 007 10's 20's 30's 3D 40's 50's 60's 70's 80's 90's Ação Adoro Cinema Akira Kurosawa Al Pacino Alec Guinness ALIEN Almodóvar ANG LEE Angelina Jolie Animação ARNOLD SCHWARZENEGGER Arthur P. Jacobs Audrey Hepburn Aventura Batman Bela Lugosi Bernardo Bertolucci Bette Davis Billy Wilder Blake Edwards Blaxploitation Bob Fosse Boris Karloff Brian De Palma Bryan Singer Buster Keaton Carl Laemmle Carol Reed Carrie Fisher Cary Grant Cecil B. DeMile Chaplin Charlton Heston Christopher Nolan CINE TRASH Cine-Doc CINEASTAS Cinebiografia Cinema Asiático Cinema Europeu Cinema LGBT Cinema Marginal Cinema MUDO CINEMA PRETO & BRANCO Cinema Rodrigo Clark Gable Clássicos Claude Rains Clint Eastwood Colin Trevorrow Comédia Coppola Crepúsculo CULTS Curt Siodmak Curta-metragem Curtis Hanson Daniel Craig DANNY BOYLE Danny DeVito Dario Argento Darren Aronofsky David Bowie David Cronenberg David Fincher David Lean DAVID LYNCH David O. Selznick DC Comics Denzel Washington Disney Documentário Drama Drogas Eduardo Coutinho Eisenstein Elia Kazan Elvis Presley Épico Época Erotismo Errol Flynn ESPECIAIS Fantasia Fatos Reais Fellini FERNANDO MEIRELLES FILMES IRREGULARES FOX FRANÇOIS TRUFFAUT FRANK CAPRA Frank Darabont Frank Oz Fritz Lang Gangsters Gene Wilder George A. Romero George Cukor George Lucas George Miller George Stevens George Waggner Georges Méliès. Giallo Grace Kelly Greta Garbo Guerra GUEST SERIES Gus Van Sant Halloween Harold Lloyd Harrison Ford HARRY POTTER Henri-Georges Clouzot Hitchcock Home Video Homem-Aranha Howard Hawks HQ Humphrey Bogart INDIANA JONES Infantil Ingmar Bergman Ingrid Bergman Irmãos COEN Isabelle Huppert Ivan Reitman J.J. Abrams Jack Arnold Jack Nicholson James Cameron James Stewart JAMES WHALE Janet Leigh Japão Jason JEAN-LUC GODARD Jim Henson Joan Crawford Joel Schumacher John Carpenter John Ford JOHN HUGHES John Huston John Landis John Waters Jonathan Demme Joon Ho Bong José Mojica Marins Joseph L. Mankiwicz Judy Garland Kate Winslet Katharine Hepburn Kevin Spacey KING KONG Kirk Douglas KRZYSZTOF KIESLOWSKI Lars Von Trier Lawrence Kasdan Leonardo DiCpario Liza Minnelli Lon Chaney Jr Luc Besson Luis Buñuel M.Night Shyamalan Marilyn Monroe Mário Peixoto Mark Hamill Marlene Dietrich Marlon Brando Martin Scorsese MARVEL Matinê Mel Brooks Melhores do Ano Michael Curtiz Michael Douglas Michael Jackson Michael Powell Michel Gondry Michelangelo Antonioni Milos Forman MONSTERS COLLECTION Monstros Musicais Nacional Noir NOUVELLE VAGUE O Senhor Dos Anéis Oliver Stone Olivia de Havilland Orson Welles Oscar Outubro Das Bruxas P.T. ANDERSON Pam Grier Pânico Paramount Park Chan-wook Paul Verhoeven PERFIL Peter Bogdanovich PETER JACKSON Philip K. Dick Pier Paolo Pasolini Pierce Brosnan Piores do Ano Pipoca PIXAR Planeta Dos Macacos Policial Quentin Tarantino Rian Johnson RIDLEY SCOTT RKO Road-Movie Robert De Niro Robert Rodriguez Robert Wise Robert Zemeckis Roger Moore Rogério Sganzerla Roman Polanski Romance Sam Mendes Sam Peckinpah SAM RAIMI Sangue Scarlett Johansson Sci-Fic Sean Connery Sean Penn Sergio Leone Sessão Da Tarde Sessão Dinossauro Sessão DUPLEX Cinema MUDO Sessão Surpresa SESSÃO TRAILER Sexo SEXTA-FEIRA 13 Sharon Stone Sidney Lumet Sigourney Weaver Sofia Coppola Spielberg Stan Lee Stanley Donen Stanley Kubrick Star Trek Star Wars Stephen King SUPER HERÓIS Suspense Terror Thriller Tim Burton Timothy Dalton TOD BROWNING Tom Cruise Tom Hanks Tom Tykwer Trash TV Uma Thurman UNIVERSAL STUDIOS Universo Jurassic Park Victor Fleming Violência Vivien Leigh Wachowski Walter Hugo Khouri Walter Salles Warner Wes Craven Western William Castle William Friedkin Wolfgang Petersen Wong Kar Wai Woody Allen Zé do Caixão