Mostrando postagens com marcador Cine-Doc. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cine-Doc. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

A BOCA DO LIXO DO CINEMA DE TERROR

 OUTUBRO DAS BRUXAS
 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR  
CAPÍTULO FINAL
Nunca foi uma tarefa simples definir o que é cinema de terror trash, com seus monstros quase sempre inusitados. Tanto é que o espectador pode não saber muito sobre os bastidores daquela produção e, em sua opinião, achar que filme trash são realizações de Peter Jackson (em exemplos como Os Espíritos, superprodução hollywoodiana patrocinada por Robert Zemeckis, de 1996) ou a bela e requintada versão de Drácula de Coppola, que sim, apresenta inúmeras nojeiras ou até a refilmagem de “A Mosca Da Cabeça Branca”, por David Cronenberg. No entanto, algumas características podem ser apontadas para identificar tais filmes, como o baixo orçamento, roteiro precário, interpretações deficientes, cenários fakes e, claro, monstrengos exagerados e com maquiagem primária. Dito isso, ninguém precisa ser um expert da sétima arte para notar características tão óbvias e que nesse quesito, devem soar como elogios tratando-se da “Boca do Lixo do Cinema de Terror”, tema do último capítulo do especial do Outubro das Bruxas de 2013.

Continue lendo >>

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

OS ATAQUES ALIENÍGENAS

 OUTUBRO DAS BRUXAS
 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 8

Alienígenas, ET´s, ou geralmente criaturas vindas de Marte – os marcianos – são figuras notórias no cinema de terror, e para tanto, acabou surgindo o aclamado subgênero que mescla horror e ficção – cientifica. A Sci-fi por si só gerou franquias de sucesso como Star Trek (Jornada nas Estrelas), de Gene Roddenberry e Star Wars (Guerra Nas Estrelas), de George Lucas. No entanto, o que o penúltimo-oitavo capítulo do especial Cine-Doc. irá tratar aqui é justamente aqueles filmes com aliens hostis e que tanto fizeram (e fazem) sucesso na telona.  

Continue lendo >>

terça-feira, 29 de outubro de 2013

OS MONSTROS DO MUNDO AQUÁTICO

 OUTUBRO DAS BRUXAS
 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 7

Nas profundezas aquáticas existe outro seguimento dos filmes de terror que já renderam (e rendem) inúmeras atrações no cinema pipoca. Em vários lugares do planeta sobrevivem, há séculos, lendas de supostos monstros, elos perdidos, que habitam oceanos, mares, lagos e lagoas. Eis o tema do sétimo capítulo do especial CINE-DOC. deste mês.

Continue lendo >>

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

AS MULHERES MONSTROS E O TOQUE FEMININO

 OUTUBRO DAS BRUXAS
 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 6
Elas são irresistíveis. A ideia de mulheres lindas que escondem por trás de si um monstro frio e calculista se tornou marca registrada dos romances policiais do início do século. Os filmes noir repetiram a dose várias vezes. Evidentemente que nos filmes de terror, uma das primeiras mulheres a aparecer como uma criatura sinistra foi A NOIVA DE FRANKENSTEIN (The Bride of Frankenstein, 1935), de James Whale. ELSA LANCHESTER (1902-1986), nesse quesito, sempre foi a minha predileta. Embora apareça pouco no filme, sua personagem de cabelos esticados, é icônica.

Continue lendo >>

domingo, 27 de outubro de 2013

AS MÚMIAS AMALDIÇOADAS DO CINEMA

OUTUBRO DAS BRUXAS
 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 5
Malditas! Amaldiçoadas! As múmias sempre foram um fascínio no mundo. A obsessão humana em preservar o corpo, embalsamá-lo para apreciação eterna, bom, sabemos que é berço cultural dos egípcios, no entanto, pelo menos dois escritores famosos do século XIX escreveram sobre as múmias amaldiçoadas, daquelas que voltam (diferente dos Zumbis) a vagar ameaçadoramente depois de milhares de anos adormecidas. Não é um erro pensar que foram eles, MARY SHELLEY (Frankenstein) e BRAM STOKER (Drácula) os precursores. Alguns filmes sobre múmias específicas, na qual é tema deste capítulo, foram realizados nos primórdios do cinema: THE MUMMY OF KING RAMSES (1909), A MÚMIA VIVA (1911), THE MUMMY (1912), MUMMY AND THE HUMMING BIRD (1915) e OS OLHOS DA MÚMIA (1918 – filme alemão com Emil Jannings e Pola Negri do diretor ERNEST LUBITSCH). E a lista de produções do monstro enfaixado é enorme e variante.

Continue lendo >>

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

ZUMBIS MORTOS-VIVOS: A LEGIÃO COMEDORA DE CARNE HUMANA

OUTUBRO DAS BRUXAS 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 4
Defunto tende a causar medo nas pessoas, mesmo entristecidas em um velório. Não fosse apenas pela dura realidade de que a morte é inevitável, antes fosse tal óbvia preocupação. Na verdade, essa histeria terrificante se deve ao fato de existir os Zumbis cinematográficos e ou/ Mortos-vivos, criaturas do além túmulo, sedentas de fome e que só pensam numa coisa: saciar sua vontade descontrolada por carne humana quentinha e bem viva ou mesmo cérebro, se preferir. O cardápio desses monstros não é exigente. Basta um imbecil dar mole e ser mordido. Ou vira um deles, caso escape. Ou, inevitavelmente, é devorado vivo!

Continue lendo >>

terça-feira, 22 de outubro de 2013

UIVO ATERRADOR: A HORDA DE LOBISOMENS

 OUTUBRO DAS BRUXAS
 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 3
Continuando com a série especial desta temporada do mês das bruxas, o folclórico lobisomem jamais poderia estar de fora. O bando animalesco mais aterrador da sétima arte em filmes dos mais variados. Há uma lista interminável de fitas que narram a trágica sina do homem que em noites de lua cheia, devido a inúmeras interpretações da tal maldição, se transforma numa fera incontrolável espalhando sangue, medo e terror. 

Continue lendo >>

sábado, 19 de outubro de 2013

O MITO FRANKENSTEIN – O MONSTRO INCOMPREENDIDO

OUTUBRO DAS BRUXAS 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 2 
Em um mundo de DEUSES E MONSTROS, Frank (carinhosamente me refiro ele dessa maneira) é a criatura mais trágica e incompreendida do cinema. Criado como uma leitura romântica gótica pela escritora inglesa MARY SHELLEY (1797-1851) O Moderno Prometeu como também é conhecido, ficou icônico graças a imaginação de dois grandes homens: o diretor JAMES WHALE (1889-1957) e o ator BORIS KARLOFF (1887-1969). “We Belong Dead!” é uma das frases mais famosas do cinema de horror, mas o incompreendido monstro (inicialmente karloff não foi creditado e uma interrogação aparecia no lugar de seu nome nas titulagens de abertura, mantendo o mistério da figura do monstro) só aprendeu a se expressar depois de muito tempo, antes, apenas os gestuais - sobretudo o andar aterrador - e os gritos de sofrimento e raiva eram transmitidos pelo coitado, um ser criado a partir de restos cadavéricos.

Continue lendo >>

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

DRÁCULA – O MESTRE VAMPIRO E SEUS DESCENDENTES

OUTUBRO DAS BRUXAS 
TERCEIRA TEMPORADA
CINE-DOC. TERROR : Capítulo 1
A sessão documentário esta no ar! O Cinema Rodrigo começa agora uma nova série de artigos especiais que entrarão em cartaz no blog durante o especial OUTUBRO DAS BRUXAS. Trata-se de uma exibição documentada, mas como assim? É bem simples, não será resenha crítica cinematográfica de filme como único objeto, seja ele péssimo, ruim, regular, bom, ótimo ou excelente. Sem avaliações, “O CINE-DOC.” se encarregará de trazer informações de meu acervo literário particular, uma pequena biblioteca, assim como os próprios filmes e documentários em vídeo, TV e até mesmo do cinema e também anotações que adoro fazer, novidades históricas do mundo do entretenimento audiovisual que tanto me fascinam e me fazem descobrir curiosidades da sétima arte que amo incondicionalmente e que agora, irei compartilhar com você, caro blogueiro.

Continue lendo >>