sexta-feira, 26 de outubro de 2012

SEXTA-FEIRA 13 PARTES V-VI


A DESFORRA DE JASON

OUTUBRO DAS BRUXAS 2ª TEMPORADA

A contagem de corpos continua... Um assassino que imita os crimes de Jason, ataca  jovens inocentes de um sanatório em Sexta-Feira 13 Parte V – Um Novo Começo (Friday The 13th Part V – A New Beginning). Anos mais tarde o verdadeiro é ressuscitado e volta a matar moradores de Crystal Lake em Sexta-Feira 13 Parte VI – Jason Vive (Friday The 13th Part VI – Jason Lives).  


O psicopata mais famoso da infinita franquia de terror não poderia faltar nesta temporada especial. Pode ser trash, ruim, filmes ridículos (e a série ficou cada vez pior depois da quarta e “última parte”), mesmo assim é uma guilty pleasure. Para os fãs dos filmes slasher, Sexta-Feira 13 é um prato cheio.


O estúdio que tinha os direitos autorais da saga – até vender para a New Line, a mesma que produziu a série A Hora do Pesadelo do colega Freddy Krueger – ainda era a Paramount, que não hesitou em apostar nos apêndices sanguinários. Querendo ser interessante como a primeira fita de 1980, eles inventaram um novo enredo. O personagem Jason Vorhees estaria de volta com o mesmo visual clássico: a máscara de hóquei e os diferentes instrumentos afiados que ele encontra pelo caminho a fim de saciar a sua sede de vingança. Voltaria os mesmos chavões, aqueles truques diabólicos que adora punir os adolescentes que cometem o crime da castidade. Eles transam no mato e ao som de um passo quebrando gravetos, a contagem começa. O problema é que o suspense não é mais o mesmo, já que a graça é realmente ver o circo pegar fogo. 

Tudo começa com o mesmo herói do filme anterior, o garoto Tommy Jarvis (John Shepherd) que acabou ficando louco e não superou o trauma de ter encontrado face a face e de ter “matado” o Jason. Ele agora é um rapaz que continua a fabricar suas máscaras de terror, fala pouco, é violento e tem sonhos esquisitos com Jason (tem até uma participação especial de Corey Feldman que fez o Tommy criança na abertura), mas não apenas pesadelos, o cara passa a ver o monstro quando acordado (efeitos de alucinação que chega a esquizofrenia). Só na base de remédios que ele fica calminho – e o ator em cena é lindo de tão canastrão – só que melhor do que se drogar ou levar eletrochoque, Tommy tem a chance de relaxar indo parar em uma clínica especial para jovens (e o clichê é que ela fica no interior, no mato praticamente). Lá está um grupo de teenagers perturbados, alguns órfãos, tão esquisitos como o Jason quando criança. 


Logo, começam os assassinatos ao estilo dele, mas não é quem Tommy suspeita e sim uma pessoa que deseja se vingar dos pacientes deste sanatório. É pedaço, sangue, para tudo quanto é lado! Tem sempre a última garota (Melanie Kinnaman) e casais que no meio da sacanagem são interrompidos pelo estraga prazeres. Infelizmente, o filme é o mais arrastado da série, tem poucos momentos divertidos que nem fazem da sessão uma boa diversão sem compromisso. 

Carnificina! 

Não é a Sra. Vorhees (a lendária Betsy Palmer) que esta em cena, muito menos seu único e amado filho. O filme não tem estilo e foi dirigido pelo desconhecido Danny Steinmann que havia feito um filme estranho: Ruas Selvagens (Savage Streets, 1984, com a Regan de O Exorcista, Linda Blair).

O filme teve uma ideia para um final dúbio que nem sequer foi utilizado. Se Tommy havia enlouquecido de vez, e assim, tomar o lugar de Jason? E assim, seguindo a sua trilha de horror. Nada haver, tanto que pediram para o mesmo ressuscitar!



Na sexta parte da sexta-feira, Tommy já é um homem, aqui interpretado pelo conhecido Thom Mathews, dos dois primeiros filmes da série que satiriza A Noite dos Mortos- Vivos  de Romero: (A Volta dos Mortos Vivos 1-2, Return Of The Living Dead I-II, 1985/1988) duas vezes como o tipo de personagem boboca que esta no emprego novo de coveiro e exumador de corpos. Ele deseja desenterrar o corpo do assassino para então matá-lo de uma vez por todas, pretendia cremá-lo, mas um raio (risos) atinge em cheio a cova que desperta o nosso amigo! É muita meleca ao mostrar um close da cara do presunto já estragado e as minhocas saindo por todos os cantos. No entanto, o monstro abre bem os olhos ao despertar. Jason esta vivo em uma homenagem ao Dr. Frankenstein!


O clichê dos clichês é que o mocinho, desesperado para deter a maldição que ele mesmo provocou, acaba se envolvendo com a filha do xerife local. Ela se apaixona por ele e promete ajudá-lo, enquanto seus amigos adolescentes estão como instrutores do acampamento (que mudou de nome e não é mais Crystal Lake) e recebem várias crianças que chegam para acampar, mas o filme não tem nenhuma cena grotesca com os pequenos. 


Ao menos aqui, as mortes são mais elaboradas e o retorno de Jason, no fundo, é um alívio culposo. Tem uma cena de sexo super engraçada de um casalzinho num trailer estacionado na floresta. Eles transam loucamente e a garota pede para o rapaz não ejacular até o final da música, tocada num toca fitas anos oitenta, claro! E o que vocês acham que vai acontecer? Jason corta a luz e acaba com a farra! Ou na sequência em que ele trucida uma equipe de velhos que estão brincando de Paintball no mato. 



Sem muito no que pensar, o clímax acontece no lago, como se afogando o Jason de novo fosse a solução.

O diretor é Tom McLoughlin, que até havia feito um filme de terror interessante com a Meg Tilly: Numa Noite Escura (One Dark Night, 1982) e também chegou a dirigir episódios da série de Freddy Krueger com Englund: Freddy´s Nightmare (1988-1990) sob supervisão do criador Wes Craven. Depois só passaria a trabalhar na televisão.

O quinto filme havia sido originalmente escrito para o astro mirim Corey Feldman como Tommy, mas ele estava indisponível devido às gravações de um filme melhor, Os Goonies (The Goonies, do mesmo ano). No escritório do médico que recebe os jovens na clínica, há uma foto em preto e branco de John Lennon. Um mês antes do lançamento, a Motion Picture Association Of America exigiu cortes das cenas de sexo quase explícitas e um pouco da violência gráfica, como se diminuísse alguma intenção e o que se assiste na versão final é praticamente tudo que a censura exigiu que fosse retirado. As cenas iniciais com Feldman foram filmadas no quintal de sua casa, acontece a mesma coisa na próxima parte, desenterram o Jason numa noite de chuva que o faz despertar. Outra cena engraçada de “Um Novo Começo” é quando uma garota punk esta ensaiando coreografia de vitrine vivo e é morta!


McLoughlin, ao terminar as filmagens de “Jason Vive”, levou para casa alguns adereços do filme como a lápide e o caixão de Jason. Há uma citação em homenagem ao diretor do primeiro filme, Sean Cunningham, é o nome de uma rua chamada Cunningham Road. No script original, o pai de Jason apareceria no filme e assim desvendaria os mistérios que rondam o passado do vilão, mas este material nunca chegou a ser utilizado nos filmes seguintes. Aliás, se tem uma coisa que os roteiros de Sexta-Feira têm em comum é a falta de lógica. Seria este suposto pai que teria pagado alguém para não cremar o corpo do filho e deixá-lo ao lado da mãe. No filme anterior o prefeito da cidade havia dito que Jason tinha sido queimado. 

Outra curiosidade que só pode ser uma sátira referindo-se a James Bond e o cano da pistola, nas titulagens do filme Jason anda de lado, olha para frente e tira um facão, que faz escorrer o sangue! Só rindo mesmo.

Sexta-Feira 13 Parte VI: Jason Morre?




PARTE V:
EUA – 1985
TERROR
WIDESCREEN
92 min.
COR
14 ANOS
PARAMOUNT
RUIM



PARAMOUNT PICTURES APRESENTA
FRIDAY THE 13TH PART  V
A New Beginning
Música HARRY MANFREDINI
Produção Executiva FRANK MANCUSO JR.
Roteiro de MARTIN KITROSSER. DAVID KITROSSER & DANNY STEINMANN
Produzido por TIMOTHY SILVER Direção DANNY STEINMANN
Friday The 13th Part V – A New Beginning © 1985 Terror Inc.
Um filme PARAMOUNT





PARTE VI
EUA – 1986
TERROR
WIDESCREEN
87 min.
COR
14 ANOS
PARAMOUNT
✩✩ REGULAR



PARAMOUNT PICTURES APRESENTA
UMA PRODUÇÃO TERROR, INC.

JASON LIVES

FRIDAY THE 13TH PART  VI
Música HARRY MANFREDINI Direção de Fotografia JON R. KRANHOUSE
Produzido por DON BEHRNS
Escrito e Dirigido por TOM McLOUGHLIN
Friday The 13th Part VI – Jason Lives ©1986 A PARAMOUNT PICTURE

2 comentários:

Celo Silva disse...

Jason é um personagem marcante do cinema de horror. Ainda que seus filmes tenham perdido um pouco do impacto depois do 2 e do 3, ainda conseguem ser minimamente divertido. Fala a verdade, nada mais prazeroso do que ver Jason passar o facão em um bocado de adolescentes imbecis...hehe
Se vc ainda não leu, te indico essa postagem do meu camarada Bruno, hilária!
http://prunosland.blogspot.com.br/2012/04/sexta-feira-13-parte-2-friday-13th-part.html

Dá uma olhada depois.

Abração!

Rodrigo Mendes disse...

Celo: Prazer que não podemos conter, né? rs Isso ajuda porque todos os adolescentes dos filmes do Jason são tolos e merecem morrer, ha!

Li e comentei no texto dele. Muito divertido. Obrigado por me recomendar.

Abs.

Acervo de Películas

00's 007 10's 20's 30's 3D 40's 50's 60's 70's 80's 90's Ação Adoro Cinema Akira Kurosawa Al Pacino Alec Guinness Alfonso Cuarón ALIEN Almodóvar ANG LEE Angelina Jolie Animação ARNOLD SCHWARZENEGGER Arthur P. Jacobs Audrey Hepburn Aventura Batman Bela Lugosi Bernardo Bertolucci Bette Davis Billy Wilder Blake Edwards Blaxploitation Bob Fosse Boris Karloff Brian De Palma Bryan Singer Buster Keaton Carl Laemmle Carol Reed Carrie Fisher Cary Grant Cecil B. DeMile Chaplin Charlton Heston Christopher Nolan CINE TRASH Cine-Doc CINEASTAS Cinebiografia Cinema Asiático Cinema Europeu Cinema LGBT Cinema Marginal Cinema MUDO CINEMA PRETO & BRANCO Cinema Rodrigo Clark Gable Clássicos Claude Rains Clint Eastwood Colin Trevorrow Comédia Coppola Crepúsculo CULTS Curt Siodmak Curta-metragem Curtis Hanson Daniel Craig DANNY BOYLE Danny DeVito Dario Argento Darren Aronofsky David Bowie David Cronenberg David Fincher David Lean DAVID LYNCH David O. Selznick DC Comics Denzel Washington Disney Documentário Drama Drogas Eduardo Coutinho Eisenstein Elia Kazan Elvis Presley Épico Época Erotismo Errol Flynn ESPECIAIS Fantasia Fatos Reais Fellini FERNANDO MEIRELLES FILMES IRREGULARES Filmes Natalinos FOX FRANÇOIS TRUFFAUT FRANK CAPRA Frank Darabont Frank Oz Fritz Lang Gangsters Gene Wilder George A. Romero George Cukor George Lucas George Miller George Stevens George Waggner Georges Méliès. Gérard Depardieu Giallo Gillo Pontercorvo Grace Kelly Greta Garbo Guerra GUEST SERIES Guillermo del Toro Gus Van Sant Halloween Harold Lloyd Harrison Ford HARRY POTTER Henri-Georges Clouzot Henry Selick Hitchcock Home Video Homem-Aranha Howard Hawks HQ Humphrey Bogart INDIANA JONES Infantil Ingmar Bergman Ingrid Bergman Irmãos COEN Isabelle Huppert Ivan Reitman J.J. Abrams Jack Arnold Jack Nicholson Jacques Tourneur James Cameron James Ivory James Stewart JAMES WHALE Janet Leigh Japão Jason JEAN-LUC GODARD Jim Henson Joan Crawford Joel Schumacher John Carpenter John Ford JOHN HUGHES John Huston John Landis John Waters Jonathan Demme Joon Ho Bong José Mojica Marins Joseph L. Mankiwicz Judy Garland Kate Winslet Katharine Hepburn Kevin Spacey KING KONG Kirk Douglas KRZYSZTOF KIESLOWSKI Lars Von Trier Lawrence Kasdan Leonardo DiCpario Liza Minnelli Lon Chaney Jr Luc Besson Luca Guadagnino Luis Buñuel M.Night Shyamalan Marilyn Monroe Mário Peixoto Mark Hamill Marlene Dietrich Marlon Brando Martin Scorsese MARVEL Matinê Mel Brooks Melhores do Ano Michael Curtiz Michael Douglas Michael Haneke Michael Jackson Michael Powell Michel Gondry Michelangelo Antonioni Milos Forman MONSTERS COLLECTION Monstros Musicais Nacional Noir NOUVELLE VAGUE O Senhor Dos Anéis Oliver Stone Olivia de Havilland Orson Welles Oscar Outubro Das Bruxas P.T. ANDERSON Pam Grier Pânico Paramount Park Chan-wook Paul Verhoeven PERFIL Peter Bogdanovich PETER JACKSON Philip K. Dick Pier Paolo Pasolini Pierce Brosnan Piores do Ano Pipoca PIXAR Planeta Dos Macacos Policial Quentin Tarantino Rian Johnson Richard Donner RIDLEY SCOTT RKO Road-Movie Robert De Niro Robert Rodriguez Robert Wise Robert Zemeckis Roger Moore Rogério Sganzerla Roman Polanski Romance Sam Mendes Sam Peckinpah SAM RAIMI Sangue Scarlett Johansson Sci-Fic Sean Connery Sean Penn Sergio Leone Sessão Da Tarde Sessão Dinossauro Sessão DUPLEX Cinema MUDO Sessão Surpresa SESSÃO TRAILER Sexo SEXTA-FEIRA 13 Sharon Stone Sidney Lumet Sigourney Weaver Sofia Coppola Spielberg Stan Lee Stanley Donen Stanley Kubrick Star Trek Star Wars Stephen King SUPER HERÓIS Suspense Terror Thriller Tim Burton Timothy Dalton TOD BROWNING Tom Cruise Tom Hanks Tom Tykwer Trash TV Uma Thurman UNIVERSAL STUDIOS Universo Jurassic Park Victor Fleming Violência Vivien Leigh Wachowski Walter Hugo Khouri Walter Salles Warner Wes Craven Western William Castle William Friedkin Wolfgang Petersen Wong Kar Wai Woody Allen Zé do Caixão