terça-feira, 9 de outubro de 2018

🎬 O Pássaro das Plumas de Cristal (1970)

OUTUBRO DAS BRUXAS 
🎃
Giallo
Escritor que testemunha um ataque, é perseguido por um serial killer
Direção: DARIO ARGENTO (Suspiria). 




PAÚRA! Tenha muito pavor desta safra de filmes de terror italiano. O melhor do Cinema Europeu que jamais poderia deixar de configurar o especial do OUTUBRO DAS BRUXAS do Cinema Rodrigo neste ano. Realizado por um dos nomes mais respeitados do cinema de gênero, O Pássaro das Plumas de Cristal (1970) é envolvente, impactante, chocante, como deveria ser. Nada mais italiano. DARIO ARGENTO faz aqui a sua estreia como diretor depois de anos se dedicando a crítica de cinema, por isso, sua passagem natural por detrás das câmeras é notável por sua paixão óbvia pelo cinema (assim como Martin Scorsese e François Truffaut). Conseguiu o sucesso na estreia, inventando histórias policiais com nomes de bichos. Uma fórmula que ele repetiu mais adiante. Desde PROFONDO ROSSO - PRELÚDIO PARA MATAR (1975), foi partindo cada vez mais para a estilização de cenários, criando uma marca registrada de cinema fantástico que chegou a fazer escola. Fez também roteiros para outros diretores em sua iniciação: ERA UMA VEZ NO OESTE, de Sergio Leone; NUMA NOITE... UM JANTAR, de Griffi,e colaborou em DESPERTAR DOS MORTOS, de Romero, e outros. Também produziu para Lamberto Bava. Um detalhe: sua mãe era brasileira , a fotógrafa de arte Elda Luxardo Argento (1915-2013). Sua filha, Asia Argento tem sido atriz de seus filmes e fez carreira nos Estados Unidos (esteve, por exemplo, em "Terra dos Mortos", o quarto da série zumbi de Romero, Triplo X, com Vin Diesel e em "Maria Antonieta", de Sofia Coppola como a cortesã do Rei, Du Barry - um papel cômico). E, seu pai, Salvatore Argento (1914-1987) era produtor. Seus filmes passaram a ser considerados cult, verdadeiros marcos na história do horror. Esta fita é uma livre adaptação da obra de FREDRIC BROWN (1906-1972), "The Screaming Mimi" - O Mimi Gritando - que já havia sido adaptado em 1958 num filme americano de Gerd Oswald, aqui de nome "A Loucura de Mimi", com  Anita Ekberg e feito como FILM-NOIR.  Confesso que desgosto da versão hollywoodiana, sou mais a beleza visual terrificante de Argento neste que é um dos pilares do filme GIALLO

Para quem desconhece este seguimento, Giallo, em italiano, significa amarelo, ou seja, é um gênero literário e consequentemente cinematográfico da Itália onde se contam premissas de suspense policial. Teve seu auge entre as décadas de 60 e 80 e refere-se às capas amarelas das revistas pulp italianas datada da década de 20. Entretanto, não foi Argento o pioneiro, mas o filme LA RAGAZZA CHE SAPEVA TROPPOOlhos Diabólicos (1963), de Mario Bava, outro nome importante, aqui no blogue já postei na outra temporada deste especial, o filme, A Maldição do Demônio (La maschera del demonio, 1960). Dos mais recentes, o próprio Argento fechou o ciclo com Giallo - Reféns do Medo (2009), com Adrien Brody e Emmanuelle Seigner. 

A maioria dos filmes deste subgênero assemelham-se pelo fato de ter um assassino em série, e que normalmente é revelado somente no final. É de praxe durante o filme vermos apenas suas mãos vestidas com luvas pretas de couro (lembram daquele episódio do Chapolin Colorado?) e sempre veremos um detetive a paisana que procura o assassino, mas que no meio da investigação irão aparecer mortes horrendas e muito explícitas, principalmente com vítimas femininas e sempre com cenas de perseguição antes do ato. A exposição dos corpos é comum nestes filmes, com muita nudez e sangue. Não é fácil para os espectadores de estômago fraco, mas o Giallo tem grande significado no cinema de terror e é claro, a maioria sob a direção de cineastas italianos (embora Tarantino também aprecie o gênero e tenha feito experimentações, principalmente em Kill Bill, muito embora não seja um giallo tradicional). Para confirmar que os americanos bebem da fonte do cine europeu, os chamados filmes SLASHER também com vários tipos de serial killer, tornou-se popular nas décadas de 80 e 90, com a mudança de ter como vítimas e protagonistas adolescentes em erupção hormonal e, depois o chamado SPLATTER, com foco deliberado na violência gráfica, geralmente contendo cenas de mutilações, decapitações e muito sangue (gore), podemos considerar, por exemplo, a franquia Jogos Mortais. Todos eles oriundos do giallo


L'uccello dalle piume di cristallo acaba sendo um filme que todo estudante de cinema, sobretudo de roteiro, tem obrigação de fazer o dever de casa assistindo. Já começa pelo fato de ser uma adaptação não autorizada, assim como NOSFERATU, e, diga-se de passagem, muito mais fiel à trama original do livro do que a primeira versão para cinema considerada oficial. É brilhante, é autoral, mas Argento utiliza as mesmas diretrizes estabelecidas por Bava e resultou em um filme totalmente italiano de terror. Ouso dizer que é o melhor, a obra-prima do gênero, já produzida naquele país. A antecipação, o Thriller,  é algo que Argento já conhecia muito bem como crítico e cinéfilo e ele estudou Hitchcock com afinco onde pôde demonstrar aqui. Ao fazê-lo, Argento estabeleceu neste filme as próprias regras que seriam massivamente copiadas. 

Na premissa, tarde da noite, Dalmas, TONY MUSANTE (1936-2013) , ator americano de O Incidente (The Incident, 1967) e do cultuado seriado de TV "Toma" (1973-74) sobre  vida do detetive de Nova Jersey, David Toma que era um mestre do disfarce e do trabalho secreto; um escritor americano em Roma, está andando quando passa por uma galeria de arte moderna e percebe um movimento de luta estranho lá dentro. Aprisionado entre duas portas de vidro, ele se depara com um homem lutando com uma moça e é incapaz de agir quando ela é brutalmente apunhalada. A vítima sobrevive e o herói fica sabendo que seu atacante era um assassino em série que sai à caça pelas noites...
mas, Musante fica obcecado com a ideia de que viu algo durante o incidente que não fazia sentido.E, como toda trama envolvendo um herói e um misterioso algoz, no meio dele existirá uma outra mulher, no caso, a namorada do mocinho, aqui vivida por SUZY KENDALL como Julia, atriz inglesa conhecida por outro papel num outro suspense: O Apartamento dos Sádicos (1967).    

Adoro a participação do lendário REGGIE NALDER (1907-1991) de O HOMEM QUE SABIA DEMAIS, de Hitchcock (1956), cujo rosto cadavérico entra em conflito com Musante. Aliás, a fita apresenta um dos mais terríveis e irônicos finais quando o herói descobre que ele sempre fora o homem que não havia percebido o que já sabia

O Pássaro das Plumas de Cristal é uma daquelas grandes estreias ao estilo Cidadão Kane e Cães de Aluguel




ITÁLIA - ALEMANHA OCIDENTAL
TERROR - SUSPENSE (THRILLER) 
1h 36 min. 
★★★★★







Um filme de 
DARIO ARGENTO
L'UCCELLO 
DALLE PIUME 
DI CRISTALLO
© 1970 Eastmancolor - Seda Spettacoli S.p.A. – Rome/ C.C.C. Film G.m.b.h. - Berlin 

Tony Musante    ...     Sam Dalmas
Suzy Kendall         ...     Julia
Enrico Maria Salerno     ...     Inspector Morosini
Eva Renzi                    ...     Monica Ranieri
Umberto Raho     ...     Alberto Ranieri
Raf Valenti                     ...    Professor Carlo Dover
Giuseppe Castellano ...     Monti
Mario Adorf           ...    Berto Consalvi
Rosita Torosh     ...     4th Victim
Werner Peters     ...     Antique Dealer
Karen Valenti      ...     Tina, 5th Victim

Dario Argento     ...     Murderer's Hands
Reggie Nalder ...     Needles, Yellow Jacket Assassin


Música de
Ennio Morricone
Fotografado por Vittorio Storaro
Montagem Franco Fraticelli
Direção de Arte e Figurinos  Dario Micheli
Maquiagens Pino Ferrante

Produzido por
Salvatore Argento

da obra de Fredric Brown

Escrito e Dirigido por
Dario Argento

Um comentário:

Luli Ap disse...

Olá Rodrigo
Mais um 5* que levo a indicação.
Começa envolvente no título, O pássaro com plumas de cristal, e certamente impactante em se tratando de serial killer.
Não conhecia esse gênero literário "giallo', mas sou fã número um de thrillers investigativos e suspense policial então vou amar com certeza.
Bjs Luli
https://cafecomleituranarede.blogspot.com.br

Acervo de Películas

00's 007 10's 20's 30's 3D 40's 50's 60's 70's 80's 90's Ação Adoro Cinema Akira Kurosawa Al Pacino Alec Guinness Alfonso Cuarón ALIEN Almodóvar ANG LEE Angelina Jolie Animação ARNOLD SCHWARZENEGGER Arthur P. Jacobs Audrey Hepburn Aventura Batman Bela Lugosi Bernardo Bertolucci Bette Davis Billy Wilder Blake Edwards Blaxploitation Bob Fosse Boris Karloff Brian De Palma Bryan Singer Buster Keaton Carl Laemmle Carol Reed Carrie Fisher Cary Grant Cecil B. DeMile Chaplin Charlton Heston Christopher Nolan CINE TRASH Cine-Doc CINEASTAS Cinebiografia Cinema Asiático Cinema Europeu Cinema LGBT Cinema Marginal Cinema MUDO CINEMA PRETO & BRANCO Cinema Rodrigo Clark Gable Clássicos Claude Rains Clint Eastwood Colin Trevorrow Comédia Coppola Crepúsculo CULTS Curt Siodmak Curta-metragem Curtis Hanson Daniel Craig DANNY BOYLE Danny DeVito Dario Argento Darren Aronofsky David Bowie David Cronenberg David Fincher David Lean DAVID LYNCH David O. Selznick DC Comics Denzel Washington Disney Documentário Drama Drogas Eduardo Coutinho Eisenstein Elia Kazan Elvis Presley Épico Época Erotismo Errol Flynn ESPECIAIS Fantasia Fatos Reais Fellini FERNANDO MEIRELLES FILMES IRREGULARES Filmes Natalinos FOX FRANÇOIS TRUFFAUT FRANK CAPRA Frank Darabont Frank Oz Fritz Lang Gangsters Gene Wilder George A. Romero George Cukor George Lucas George Miller George Stevens George Waggner Georges Méliès. Gérard Depardieu Giallo Gillo Pontercorvo Grace Kelly Greta Garbo Guerra GUEST SERIES Guillermo del Toro Gus Van Sant Halloween Harold Lloyd Harrison Ford HARRY POTTER Henri-Georges Clouzot Henry Selick Hitchcock Home Video Homem-Aranha Howard Hawks HQ Humphrey Bogart INDIANA JONES Infantil Ingmar Bergman Ingrid Bergman Irmãos COEN Isabelle Huppert Ivan Reitman J.J. Abrams Jack Arnold Jack Nicholson Jacques Tourneur James Cameron James Ivory James Stewart JAMES WHALE Janet Leigh Japão Jason JEAN-LUC GODARD Jim Henson Joan Crawford Joel Schumacher John Carpenter John Ford JOHN HUGHES John Huston John Landis John Waters Jonathan Demme Joon Ho Bong José Mojica Marins Joseph L. Mankiwicz Judy Garland Kate Winslet Katharine Hepburn Kevin Spacey KING KONG Kirk Douglas KRZYSZTOF KIESLOWSKI Lars Von Trier Lawrence Kasdan Leonardo DiCpario Liza Minnelli Lon Chaney Jr Luc Besson Luca Guadagnino Luis Buñuel M.Night Shyamalan Marilyn Monroe Mário Peixoto Mark Hamill Marlene Dietrich Marlon Brando Martin Scorsese MARVEL Matinê Mel Brooks Melhores do Ano Michael Curtiz Michael Douglas Michael Haneke Michael Jackson Michael Powell Michel Gondry Michelangelo Antonioni Milos Forman MONSTERS COLLECTION Monstros Musicais Nacional Noir NOUVELLE VAGUE O Senhor Dos Anéis Oliver Stone Olivia de Havilland Orson Welles Oscar Outubro Das Bruxas P.T. ANDERSON Pam Grier Pânico Paramount Park Chan-wook Paul Verhoeven PERFIL Peter Bogdanovich PETER JACKSON Philip K. Dick Pier Paolo Pasolini Pierce Brosnan Piores do Ano Pipoca PIXAR Planeta Dos Macacos Policial Quentin Tarantino Rian Johnson Richard Donner RIDLEY SCOTT RKO Road-Movie Robert De Niro Robert Rodriguez Robert Wise Robert Zemeckis Roger Moore Rogério Sganzerla Roman Polanski Romance Sam Mendes Sam Peckinpah SAM RAIMI Sangue Scarlett Johansson Sci-Fic Sean Connery Sean Penn Sergio Leone Sessão Da Tarde Sessão Dinossauro Sessão DUPLEX Cinema MUDO Sessão Surpresa SESSÃO TRAILER Sexo SEXTA-FEIRA 13 Sharon Stone Sidney Lumet Sigourney Weaver Sofia Coppola Spielberg Stan Lee Stanley Donen Stanley Kubrick Star Trek Star Wars Stephen King SUPER HERÓIS Suspense Terror Thriller Tim Burton Timothy Dalton TOD BROWNING Tom Cruise Tom Hanks Tom Tykwer Trash TV Uma Thurman UNIVERSAL STUDIOS Universo Jurassic Park Victor Fleming Violência Vivien Leigh Wachowski Walter Hugo Khouri Walter Salles Warner Wes Craven Western William Castle William Friedkin Wolfgang Petersen Wong Kar Wai Woody Allen Zé do Caixão